Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -
Opinião

Barra Direto / TANIA MATOS

08/12/2016 16:34:00

O Tempo

Vivemos em uma busca constante por mais tempo, sempre estamos sem tempo. Mas que tempo é esse que tanto buscamos?

O cotidiano da cidade é dinâmico e nos perdemos nele. Quando percebemos já não há tempo para mais nada, e como no ano passado, em que deixamos muitas coisas para fazer neste ano, e que não fizemos, vamos novamente deixar para o ano que vem. E assim segue a vida.

Sabe aquele tempo que você não conseguiu arrumar no ano passado para visitar um parente ou um amigo e você deixou para este ano, você nunca o terá mais. O tempo passado não volta e o futuro é incerto. É preciso urgentemente repensar valores e o que é importante para nossas vidas.

Um dia desses, aquele em que a gente acorda mais emotiva, fiquei refletindo sobre a vida, vendo pessoas andando apressadas, quase correndo, outras com ar de preocupação, ninguém enxergando ninguém, cada um em seu mundo pessoal, fiquei pensando em que contexto me enquadro, como estou tratando as pessoas próximas de mim, será que estou sem tempo para elas?

É assustador como não percebemos o quanto protelamos atitudes de carinho e de delicadeza. Os excessos de informações as quais nos são ofertadas diariamente tem efeito contrário em nossas vidas, nos deixam alienados, passamos praticamente o dia inteiro na frente de um computador, de uma televisão ou nas redes sociais, que nos deixam antissociais.

Não conversamos mais com nossos vizinhos, já saímos de casa com o celular na mão. Se alguém diz estou precisando falar com você, perguntamos "é urgente?". Se não for, depois falamos, ou melhor, manda um watts ou um e-mail.

Dificilmente existirá esse depois prometido porque não vamos ter tempo. As relações humanas estão comprometidas! Falta afetividade entre as pessoas. Mas sempre há tempo para mudanças de atitudes. Fica a reflexão.

Tânia Matos é arquiteta e urbanista, administradora, pós-graduada em Gerência de Cidades, mestranda em Ensino, presidente da Agência Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá e escreve mensalmente neste Blog. E-mail: [email protected]

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.