Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -
Negócios e Empreendedorismo

Barra Direto com G1 MT

17/04/2017 12:03:00

Setor de serviços cresce 8,5% em Mato Grosso, segundo dados do IBGE

Números são referentes ao mês de fevereiro em comparação com janeiro deste ano

Reprodução

O setor de serviços em Mato Grosso cresceu 8,5 %, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os números são referentes a fevereiro em comparação com o mês de janeiro. O percentual coloca o estado acima da média nacional, que registrou alta na prestação de serviços de 0,7% no mesmo período.

Um salão na capital reflete os dados do IBGE. No fim de 2016 o salão se mudou para um imóvel maior do que o anterior, aberto há três anos. O atendimento para as clientes melhorou, já que não havia mais tanto espaço no antigo endereço.

“Agora cabe o dobro de pessoas. E quanto a gente começou tinha uma base de 15 funcionários e hoje nós somos em 33”, disse o cabeleireiro Max Vinicius Santos.

A explicação para os números positivos está no campo, segundo a Federação das Associações Comerciais de Mato Grosso. “Nós estamos produzindo uma supersafra no estado. E isso está logicamente impactando em todo o setor da economia em todo o estado, inclusive na capital”, disse Jonas Alves, presidente da entidade.

O empresário Carlos Sanches acabou de abrir um restaurante de petiscos feitos aqui mesmo, com chope artesanal. Ele não revela o valor, mas diz que o investimento é alto e afirma estar animado com o novo negócio.

“É um momento de buscar algo diferente, você tem que acrescentar. Se você for só mais um não vai conseguir se destacar no bolo porque já tem muita gente trabalhando nesse mercado”, disse Sanches.

Questionado se o cardápio acaba não ficando caro demais para o atual momento da economia do país, o empresário afirmou estar confiante nas vendas. “Cuiabá tem mercado. O cuiabano gosta de tomar um chope artesanal, o cuiabano gosta de comer uma carne”, disse.

 

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.