Quinta-feira, 18 de outubro de 2018 -
Geral

Barra Direto / JONATAM MATOS / DA REDAçãO

02/06/2017 13:46:00

Coordenador do DSEI Xavante minimiza manifestações e diz que maioria absoluta de lideranças indígenas o apoiam

“Hoje são 289 aldeias, em 9 terras indígenas com aproximadamente 20.000 mil índios e não tem 30 índios contra mim, a maioria dos manifestantes ou são funcionários descompromissados ou índios desaldeiados”, diz Joel Góes, Coordenador do DSEI Xavante

Arquivos / Barra Direto

Coordenador de Saúde Indígena Xavante Joel Góes junto as lideranças indígenas.

Em 10 anos passaram pelo DSEI Xavante (Distrito Sanitário Especial Indígena) 14 coordenadores e 3 substitutos eventuais, tornando assim 17 de saúde indígena, sendo que desses 14, Joel Góes é o coordenador que mais tempo está a frente da pasta, está há 18 meses. Desses coordenadores que passaram pelo DSEI, alguns não duraram nem 3 meses no cargo, por estarem condizentes com a situação caótica e desvios de recursos que aconteciam antes de Joel assumir, e alguns desses coordenadores são ligados as mesmas forças políticas que pedem a saída de Joel do DSEI.
 
Na contramão desta situação, Joel ao assumir como coordenador tem combatido a corrupção, suas inúmeras ações demonstram isso, vem a cada dia organizando a pasta e sempre estabelecendo metas para sua equipe.
 
“Tenho mantido diálogo com o MPF, sempre informando minhas ações, meu trabalho é em conjunto com o órgão, e muitas dessas manifestações que pedem minha saída tem haver com forças políticas ocultas que volta e meia tentam me derrubar, pois sou responsável por uma gestão de vultuosa quantia orçamentária e aproximadamente 700 funcionários, sendo que 60% desses são indígenas, e isso desperta interesses alheios”, diz Joel Góes ao comentar sobre as manifestações desses últimos dias que paralisaram algumas funções no DSEI Xavante.
 
“Tenho feito recomendações sobre a organização dos trabalhos no órgão, no sentido de melhorar a saúde indígena e isso tem contrariado alguns que são descompromissados e visam interesse próprio, levando ao descontentamento e eventuais manifestações como a que está ocorrendo.” Concluiu o coordenador.
 
Joel segue trabalhando, firme em seus propósitos de oferecer aos indígenas uma saúde de qualidade. O coordenador solicitou junto ao MPF uma reunião técnica que acontece nesta segunda-feira (05/06) a partir das 13h00 no auditório do MPF com a presença de várias lideranças indígenas de renome e autoridades regionais para esclarecimentos dos fatos e deliberações sobre a continuidade dos trabalhos.

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.