Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -
Educação

Folha Max

21/06/2017 21:35:00

Sindicato aprova proposta do Governo e descarta greve em Mato Grosso

Servidores destacaram que receberão 1ª parcela da RGA de 2018 ainda no Governo Taques

Ilustração

Em assembleia unificada, realizada nessa terça-feira (20), os funcionários públicos filiados ao Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais da Carreira dos Profissionais de Desenvolvimento Econômico e Social de Mato Grosso (Sindes-MT) aprovaram por unanimidade a proposta apresentada pelo Governo referente à quitação da Revisão Geral Anual (RGA).

De acordo com Adolfo Grassi, presidente do Sindes-MT, a primeira parcela do resíduo da RGA 2016, de 1,96%, será paga na folha de junho e a segunda, também de 1,96%, paga em setembro. Já a primeira parcela da RGA 2017, com percentual de 2,19%, deve ser depositada em novembro deste ano, e as outras duas parcelas sendo uma de 2,19% e outra de 2,20%, ficam para o próximo ano.

“Temos que reconhecer que houve um avanço, pois a primeira parcela da nossa RGA será paga ainda este ano e a de 2018 na gestão do Pedro Taques”, ressalta o sindicalista.

Uma nova reunião na próxima quinta-feira (22), entre o Executivo estadual e o Fórum Sindical, deve definir a forma pela qual os servidores públicos do estado receberão o pagamento referente às perdas salarias dos anos de 2016 e 2017.  A assembleia segue em estado permanente.

Entre as opções está o abono salarial ou de percentual de ganho real, que seria diluído ao longo do ano; ou uma forma mista de pagamento, entre abono e ganho real. “O percentual para os servidores é mais interessante, pois incorpora no vencimento e levamos à eternidade, enquanto o pagamento do bônus não”, explicou Grassi.

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.