Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -
Educação

Ronan

24/06/2017 21:21:00

Professores de MT estão entre os maiores salários do Brasil no comparativo das redes estaduais de educação

Reprodução

Na busca pela valorização de quem está em sala de aula, em Mato Grosso, tanto a remuneração média dos professores, quanto o piso salarial, estão bem acima da média nacional divulgada ontem pelo Inep do Ministério da Educação (MEC).

É fato que, na rede pública estadual, a remuneração média do professor efetivo é de R$ 5.438,20 – contrato padrão de 30 horas semanais. E é valor equivalente a R$ 7.250,93 considerando o padrão nacional de 40 horas semanais. No Brasil, a média de ganho do professor com carga de 40 horas não passa de R$ 3,5 mil.
 
Desta forma, em Mato Grosso, o salário médio do professor com contrato temporário – R$ 6.847,64 (40 horas) – também está bem acima dos colegas de outros estados.
 
Dados da Secretaria-Adjunta de Políticas de Pessoal da Seduc dão conta de que o piso salarial para ingresso na carreira também está bem acima da média brasileira: R$ 4.853,79 – já consideradas as 40 horas.
 
Em sendo assim, este valor é maior do que o dobro do piso definido pelo Ministério da Educação, que é de R$ 2.298,80. “A transformação da Educação começa pela valorização dos educadores”, destaca o secretário de Estado de Educação, Marco Aurélio Marrafon.

A Seduc já entregou 12 novos estabelecimentos de ensino e, na próxima semana, inaugura mais duas, em Sorriso: Escolas Estaduais Arlete Maria Capellari e Cabo Antônio Dilceu, em Sorriso – 4360 quilômetros ao Norte de Cuiabá. Atualmente, estão em andamento 75 obras de reformas e melhorias de escolas.

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.