ALMT - Isso é lei
Quarta-feira, 23 de agosto de 2017 -
Política

Agro Olhar

12/08/2017 15:05:00

Temer afirma que em 15 meses no Ministério da Agricultura, Maggi fez mais que antecessores em 15 anos

Reprodução

Presidente da República Michel Temer (PMDB), e Senador Licenciado por MT e Ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP).

Reconhecendo que ficou positivamente surpreso com o que viu em Mato Grosso, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou nesta sexta-feira (11), em Lucas do Rio Verde, durante a cerimônia de inauguração da FS Energia, que o ministro da Agricultura e Pecuária, senador mato-grossense Blairo Maggi (PP), foi um dos principais acertos de sua gestão, porque realizou em 15 meses muito mais do que seus antecessores, em 15 anos.

“Eu tive muita sabedoria assim que assumi o governo de chamar o Blairo para [o Ministério da] Agricultura, porque tinha convicção de que deveria trazer para esta área alguém que a conhecessem em profundidade. E o Blairo fez em 15 meses o que não se fez em 15 anos, no Brasil”, afirmou ele, sendo aplaudido pelo governador José Pedro Taques (PSDB), senador José Antônio Medeiros (PSD), vice-governador Carlos Fávaro (PSD), além de parlamentares e prefeitos mato-grossenses.

“Blairo Maggi tem feito um trabalho extraordinário pelo nosso país. E contribuído no diálogo com o Congresso Nacional e com a sociedade. No meu governo, o diálogo é que permitiu que fizéssemos o que fizemos [as reformas]. Faço homenagem ao Congresso Nacional”, disse Temer, sobre o seu titular do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Michel Temer ficou positivamente surpreso com a tecnologia que viu, no campo, em Mato Grosso. “Hoje me surpreendia ao dirigir a máquina [colheitadeira de algodão] e verifiquei a tecnologia extraordinária... a facilidade na colheita do algodão. Estamos avançados no campo tecnológico”, ponderou o titular da Presidência da República.

Também foi enfatizado o trabalho de Blairo Maggi na conquista de novos mercados para os produtos brasileiros, contribuindo para o saldo positivo da balança comercial, num momento de grave crise econômica.

“O agronegócio e a agricultura é que garantem a balança comercial do Brasil. Crescemos 1% hoje [2016], mas temos que somar aos 3% negativos do ano passado. Por causa disso, me vejo no direito de fazer propaganda do governo: quando vejo que o risco Brasil em mais de 470 pontos negativos, hoje está em 195 pontos negativos. Logo vamos reassumir o grau de investimentos que perdemos, no passado”, sintetizou Michel Temer.

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.

Águas de Barra do Garças
Elaine Souza
Israel Barbosa
EuMeDeiBem.com