ALMT - Isso é lei
Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017 -
Cidades

Barra Direto / DA REDAçãO / FERNANDA SOARES

19/10/2017 17:14:00

Audiência pública para discutir ações de preservação dos rios será realizada nesta sexta, dia 20

Reprodução

Acontece amanhã, sexta-feira dia 20 de outubro, a SOS Araguaia e Garças, uma audiência pública com o objetivo de chamar atenção de toda a população para o grave problema de diminuição do volume de água dos rios da região e seus afluentes. A ação será realizada às 19h, no Auditório Fernando Peres de Farias (Anexo Prefeitura de Barra do Garças).

Os responsáveis pela SOS Araguaia e Garças são os vereadores Geralmino Alves Rodrigues Neto, Gustavo Nolasco e o secretário de Indústria, Comércio e Desenvolvimento Rural de Barra do Garças Fabiano DallAgnol. Para o vereador Neto, a participação de todos é fundamental para que os resultados desejados sejam alcançados. “Até o momento não tivemos nenhuma dificuldade, as pessoas estão entendendo o objetivo. Quem quiser ajudar é só ir na audiência e expor suas ideias. Nos procure pois toda ajuda será bem-vinda. Após as audiências, e por meio dos fóruns, nós criaremos mecanismos e ações para proteção das nascentes, reflorestamento, mata ciliares, assoreamento e várias outras ações de conscientização.”, afirma Neto.

O secretário Fabiano conta que o movimento de preservação dos rios na região já existe há mais de 40 anos e que o grande diferencial da atual ação é a participação das autoridades ambientais. Para ele é necessário conscientizar todos, estudantes, proprietários de áreas limítrofes dos rios, córregos e nascentes, usuários dos rios (pescadores, banhistas, náuticos). Segundo o secretário é hora de deixar qualquer rivalidade política de lado e unir forças em prol dessa causa. “É preciso colocar a mão na consciência e admitirmos que ao longo do tempo todos nós pecamos na preservação dos nossos rios. A hora é agora de quem errou tentar corrigir seus erros, procurar as autoridades e pedir um Termo de Ajuste de Conduta para recuperar suas reservas. Essa é a chance que teremos”, afirma.

“Precisamos criar um grande pacto pela recuperação dos rios. Precisamos criar vergonha e agir. Se cada um fizer um pouco, os resultados virão a curto, médio e longo prazo. Também é necessário que os órgãos fiscalizadores intensifiquem suas ações. Ibama, Sema, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado, secretarias municipais de meio ambiente”, completa Fabiano.
 

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.

Águas de Barra do Garças
Elaine Souza
EuMeDeiBem.com
I Help Celulares