Terça-feira, 11 de dezembro de 2018 -
Política

Barra Direto

04/12/2018 13:10:00

CPI é aberta para apurar possíveis irregularidades em concessionaria de água e esgoto

O requerimento da CPI foi realizada pelas reclamações de moradores que não estão satisfeitos com os serviços prestados.

Águas de Barra do Garças

  O requerimento da CPI - (Comissão Parlamentar de Inquérito), foi aprovado no dia (8/10) (com unanimidade no plenário da Câmara Municipal de Barra do Garças, afim de apurar possíveis irregularidades no contrato com a empresa Águas de Barra do Garças, que é responsável pela água e esgoto do município.

O pedido da CPI foi realizado por conta de reclamações de morados contra a empresa concessionaria, que teve como registro 8 (oito) contestação sobre o serviço prestado da empresa para a cidade. Entre as reclamações se destacada a falta de profissionalização e a taxa de esgoto que está sendo comprada onde não tem esgoto, atrapalhando o município em seu desenvolvimento.

Os vereados responsáveis que assinaram pela abertura da CPI são Alex Matos (PRB), Dr. Cleber (DEM) e Zé Gota (PRB).

A demanda da população é que seja respondidas tais irregularidades com o município, que prejudica a vida de moradores. O vereador Zé Gota (PRB) disse em entrevista que ''Houveram reclamações sobre a instauração da CPI'' . A abertura da CPI é necessária para fiscalizar se a empresa concessionaria está dentro dos padrões legais, e segundo o vereador Zé Gota ''se não estiver, medidas serão tomadas''.

A partir do dia (15/10) a comissão será formada, é tem prazo de 180 (cento e oitenta) dias. Serão 4 (quatro) processos: 1 - 90 (noventa) dias para a instrução, 2 - 20 (vinte) dias para o encerramento da instrução, 3 - 30 (trinta) dias para, conclusão e entrega, é a 4 - 10 (dez) dias para a votação do relatório, ao contar da sua entrega ao Presidente da Comissão.    

Comentar

ATENÇÃO! Os comentários são moderados pelo administrador do site.

(Todos os campos são obrigatório. Seu e-mail não será divulgado.)

Nome: E-mail: Comentário:
Restam caracteres.

Comentário(s) desta notícia

Não há comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.